Lady Gaga, Marina and the Diamonds e o cancelado.

gaga-vigil

Deixando claro desde já que, provavelmente, esse texto não vai chegar a lugar nenhum. Mas eu sei que você tá curioso, então continua lendo.

Quando você é fã de algum artista, é claro que você perde um pouco da sua lucidez e faz coisas malucas que, normalmente, você não faria. Eu, little monster assumido, não estava falando com meu bff na época da Born This Way Ball em São Paulo e, na maior meteção de louco (desculpa por esse termo), fui pro show sozinho. E por mais que isso possa parecer normal para muitos, para mim foi algo inédito até então.

Sou bem tímido (e na época eu era 10x mais) e era bem difícil pra mim sair sozinho em qualquer situação. Quando você tem um ídolo, é bem provável que você quebre alguma barreira interna em algum momento e mude por causa disso.

1455202_650738824956641_26608187_n

Lady Gaga acabou de cancelar a participação dela no Rock in Rio desse ano faltando pouco mais de 24 horas pro evento acontecer. Motivo? Uma fibromialgia (se você não sabe o que é, dá um google porque eu não sou o Drauzio Varella).

Isso me fez pensar que eu poderia realmente estar lá no Rio de Janeiro esperando ansiosamente pelo show. Se o Rock in Rio acontecesse aqui em São Paulo, é quase certo que eu estivesse lá. Triste.

E isso também me fez pensar que essa foi a 2ª vez que eu escapei de um evento cancelado por um ídolo meu. Além desse acontecimento com a mother monster, eu quase fui na edição do Lollapalooza em que a dona Marina Diamandis não conseguiu chegar no Brasil e cancelou de última hora.

Falando em Marina, no ano seguinte ela veio novamente para o Lolla e eu fiquei com um pé atrás e não fui (de novo). Perdi o show e fiquei triste. Depois da Gaga, ela é minha artista preferida.

tumblr_me0m88cmic1qiqhqko1_r1_1280

E recentemente quebrei a cara porque, aparentemente, Marina abandonou a carreira por tempo indeterminado pois vai começar a estudar psicologia. Dá pra ler a carta aberta para os fãs aqui. Termina os estudos logo pra tratar do meu psicológico por ter que ficar sem você na música, bebê!

Tudo isso é muito louco, né? Na mesma semana: uma, saudável, larga a carreira porque quer fazer algo “normal” da vida por um tempo, enquanto a outra luta contra uma doença para continuar fazendo o que a torna “anormal”.

Enfim, eu avisei que esse texto não ia ter conclusão. Se você chegou até aqui, é fã do Marinão e quer uma playlist #sdds sobre ela no Spotify, vem cá que tem.

Beijos e #StayStrongLittleMonsters que estavam esperando pra ver mamis no RiR! <3 :/

 

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s