A calmaria de “Boys”, o espetáculo de “Rei do Show” e a tensão de “Onde Está Segunda?”

636486899330247278-34-actor-jackman-thegreatestshowman
Opa! Vamos começar o ano falando de filmes bons? Durante essa semana de festas, assisti essas três produções e fui surpreendido positivamente por cada uma delas!

Fazia bastante tempo que eu não assistia algum filme com temática LGBT… Fui dar uma procurada na seção no Netflix e encontrei “Boys”, uma produção holandesa de 2014.

No início estranhei um pouco a língua porque eu gosto bastante de entender o que os atores estão falando. Foi uma das poucas vezes que precisei confiar 100% (ou bem próximo disso) nas legendas. Ano novo, novas experiências, sabe?

“Boys” conta a história de dois garotos que se conhecem durante os treinos de corrida e acabam desenvolvendo uma amizade que em pouco tempo se torna algo mais. A produção é bem delicada, a história é simples e a fotografia é bem bonita (as cenas do lago são maravilhosas!).

É um filme bom, no geral. Me irrita um pouco o fato de que quase todas as produções com temática LGBT possuem um enredo muito parecido e com as mesmas problemáticas. E sim, eu sei que a maioria das pessoas da sigla passam por esses problemas, mas dá pra desenvolver de outras formas e trazer novas situações para o espectador.

“O Rei do Show” apareceu de repente na minha vida. Não tinha ouvido falar nada sobre o filme e, de repente, já estava lançado e comentários começaram a aparecer por toda a internet.

A história é baseada em fatos reais e conta a história de P. T. Barnum, showman que criou o conceito de circo. O musical tem um enredo super costurado, envolvente e dinâmico. Os cortes de tempo são bem rápidos, mas se prestar atenção dá pra entender perfeitamente a narrativa e a impressão de que tudo passa voando se torna presente, porém tolerável.

As músicas são simplesmente incríveis e fazem o espectador se arrepiar a todo momento. Em algumas horas, os instrumentais parecem não se encaixar na antiga época em que se passa a história devido a modernidades da produção musical, mas este é um ponto que não incomoda muito. Dá pra perceber que essa direção foi seguida afim de trazer o filme para o mainstream (a regravação do tema do filme pela Kesha e a participação de atores como Zac Efron e Zedaya reforçam a teoria).

Todas as atuações me surpreenderam e me deixaram satisfeito. Destaque, claro, para Hugh Jackman (que interpreta Barnum), e também para Keala Settle (Lettie) e Zendaya (Anne Wheeler).

Pra finalizar essa pequena review, recomendo assistir o vídeo de um trecho do workshop do filme, onde Keala apresentou “This Is Me” para a produção e casting.

Vamos para o último filme!

“Onde Está Segunda?” é um filme original da Netflix que conta a história de um mundo superlotado no futuro, onde é proibido ter mais de um filho.

7 irmãs gêmeas precisam então, obviamente, tomar muito cuidado para sobreviver nesse novo formato da humanidade. Nomeadas de Segunda, Terça, Quarta (e assim vai até Domingo), as irmãs se revezam durante a semana e só saem de casa nos dias equivalentes aos seus nomes.

Noomi Rapace (que interpretou Lisbeth no primeiro filme da trilogia “Millenium”), dá vida – de uma forma brilhante – às sete irmãs. O show de atuação é de cair o queixo, principalmente nas cenas em que todas elas estão presentes. Menção honrosa também à Clara Read, atriz que interpreta todas as irmãs quando crianças.

É um filme dinâmico e que não te deixa respirar por muito tempo. Piscou? Ação. Piscou? Alguém leva um soco na cara. Piscou de novo? Um mistério novo aparece bem na sua cara.

Vale a pena o play!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s